terça-feira, 4 de outubro de 2011

NÃO DESISTA JESUS ESTÁ NO CONTROLE




Não se abata , Jesus Está no Controle



Introdução:
Enfrentamos situações na vida que nos deixam perplexos e cheios de interrogações. Há perguntas difíceis de responder. Há questionamento para os quais não temos uma resposta clara. Algumas vezes parece que a fé está contra a fé, a palavra de Deus está contra a palavra de Deus. Parece que em sua vida tudo dá errado.

Vejamos quais as tenções que o texto de Mateus 14.22-33
Jesus anda sobre a águas

22 Logo em seguida obrigou os seus discípulos a entrar no barco, e passar adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia as multidões.
23 Tendo-as despedido, subiu ao monte para orar à parte. Ao anoitecer, estava ali sozinho.
24 Entrementes, o barco já estava a muitos estádios da terra, açoitado pelas ondas; porque o VENTO ERA CONTRÁRIO.
25 À quarta vigília da noite, foi Jesus ter com eles, ANDANDO SOBRE O MAR.
26 Os discípulos, porém, ao vê-lo andando sobre o mar, assustaram-se e disseram: É UM FANTASMA. E GRITARAM DE MEDO.
27 Jesus, porém, imediatamente lhes falou, dizendo: Tende ânimo; sou eu; NÃO TEMAIS.
28 Respondeu-lhe Pedro: Senhor! se és tu, manda-me ir ter contigo SOBRE AS ÁGUAS.
29 Disse-lhe ele: Vem. Pedro, descendo do barco, E ANDANDO SOBRE AS ÁGUAS, FOI AO ENCONTRO DE JESUS.
30 Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: SENHOR, SALVA-ME.
31 Imediatamente estendeu Jesus a mão, segurou-o, e disse-lhe: HOMEM DE POUCA FÉ, POR QUE DUVIDASTE?
32 E logo que subiram para o barco, O VENTO CESSOU.
33 Então os que estavam no barco adoraram-no, dizendo: VERDADEIRAMENTE TU ÉS FILHO DE DEUS.

  1. A TENSÃO DE FAZER O QUE JESUS MANDA E ENFRENTAR, MESMO ASSIM, UMA TEMPESTADE PELA FRENTE ( Mateus 14.22-24 )
    22 - Logo em seguida OBRIGOU os seus discípulos a entrar no barco, e passar adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia as multidões.
Jesus não PEDIU, não SUGERIU, nem ACONSELHOU os discípulos a passar para o outro lado do mar. Eles o compeliu, os obrigou, os constrangeu.

Os discípulos não tinha opção. Deveria obedecer prontamente. Agora, o mínimo que eles esperavam eram uma viajem segura e uma chegada certa, mas mesmo obedecendo a Jesus, Eles, são colhidos por uma terrível tempestade e ameaçadora tempestade.
Como entender isso? Por que Deus permite ventos contrários na vida da aqueles que estão cumprido a sua vontade? Por fatos dramáticos, crises medonhas tempestades devastadoras acidentes dolorosos acontece na vida daqueles que estão fazendo que Jesus ordenou. È mais fácil pensar que a obediência tem sempre recompensa imediata. Mas como conciliar a vontade de Deus com a crise que nos instala em nossas vidas? COMO CONCILIAR A ORDEM DE JESUS COM OS PERIGOS QUE CONSPIRAM CONTRA NÓS, NO EXATO MOMENTO QUE ESTAMOS FAZENDO O QUE ELE NOS ORDENOU.
Na teoria da prosperidade os que crê em Deus e obedece a sua palavra não ficam doentes e nem sofrem as mazelas da pobreza os teólogos da prosperidade afirmam quem crê em Deus obedecem a sua palavra não ficam doente e nem sofrem as mazelas da pobreza. Ainda afirma que os problemas da vida que nos açoitam é como um resultado de nossa incredulidade ou desobediência é um engano a diferencia de um crente e um ateu não se revela nas circunstância, ou seja o que acontece em suas vidas. Crente sofre os mesmo problemas que os não crente. Ele ficam doente, endividado, enlutado, fica desempregado. Do mesmo jeito. A diferencia entre um e outro não são as circunstância, mas o fundamento , sobre o qual cada um constrói a sua vida. No término do sermão do monte, Jesus afirmou que só existem dois tipos de pessoas no mundo: AQUELAS QUE OUVEM E OBEDECEM, E AQUELAS QUE OUVEM E DESOBEDECEM.
O divisor de águas entre elas não são os fatos circunstanciais, mas o fundamento sobre qual edificam suas vidas . Foi uma edificação sobre a ROCHA, e a outra sobre a AREIA. Contudo em ambas as casas caiu a mesma chuva no telhado. Soprou o mesmo vento uma caiu a outra ficou de pé ( Mt 7.24-27). O cristão não é poupado dos problemas mas nos problemas. Vida cristã não uma colônia de férias, vida cristã não é uma sala vip. Andar com Deus não pisar em tapetes aveludados. Obedecer a Deus não viver em uma redoma de vidro, numa encubadora espiritual. O cristianismo não é uma apólice de seguro contra os perigos da vida.




Em I Sm 16.1,11-13 – nos fala da história de Davi que foi ungido Rei de Israel por ordenança divina , mas em vez de leva-lo ao trono sua unção conduziu-o à ESCOLA DE SOFRIMENTO. O Davi que até então vivia pacatamente nas montanhas de belém cuidando de ovelhas agora precisa correr da fúria de Saul, que o perseguia pelas cidades, campos e cavernas. A bonança tornou-se tempestade.
Sabe Deus estava tratando com Davi.



AS GRANDES LIÇÕES DA VIDA NÃO SE APRENDE EM DIAS DE FESTAS. O SOFRIMENTO É A ESCOLA SUPERIOR DO ESPIRITO SANTO QUE NOS GRADUA PARA UMA VIDA DE OBDIENCIA.

Esta escrito em Hebreus:5:8 Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu. que o próprio filho de Deus aprendeu pelas as coisa que sofreu.

Davi poderia ate questionar a fidelidade, o cuidado e a proteção de Deus. Nas ficou no lugar da benção.



MAS AS TEMPESTADES SÃO NECESSARIAS PARA CONSOLIDAR NOSSA FÉ AS TEMPESTADE NÃO APARECEM EM NOSSAS VIDAS PARA NOS DESTRUIR, MAS PARA NOS EXERCITAR E NOS DEIXAR MAIS FIRMES.!

Como concilia a obediência à vontade de Deus com a circunstância tão devastadora? Talvez esta seja uma tensão de sua vida: VOCÊ É FIEL A DEUS, ANDA COM DEUS, OBEDECE A DEUS, MAS ESTÁ ENFRENTANDO UM INFINIDADE DE PROBLEMAS EM SUA VIDA. Há doença em sua família. Há desemprego em sua casa. Acidentes terríveis ceifaram a vidas de pessoa do seu coração. A dor da saudade ainda aperta seu peito, quando você lembra do ente querido que foi arrancado do seus braços. ( Não espere mandar flores para as pessoas só quando elas morrem mandem flores agora, na visão espiritual fale pra elas que são importantes hoje e não deixe pra depois.


Vejamos a Historia de ASAFE
No Salmo 73 – Asafe mostra essa mesma tensão apertando seu peito,ferindo sua alma ele era um homem temente a Deus. Conservava puro o coração. Lavava as mãos na inocência. Mas a despeito de andar com Deus continuamente era afligindo. E a cada manhã era castigado. Ele olhava ao seu redor e via prosperidade do ímpio, que mesmo na sua rebeldia contra Deus. PARECIA VIVER TRANQUILO COM DEUS, COM FARTURA SAÚDE E MUITOS AMIGOS. Asafe entrou em crise. Era o poder dessa tensão que arrancava do seu peito. Como conciliar vida santa obediência a Deus com pobreza, doença, desemprego, escassez e castigo?

COMO VOCÊ TEM ENFRETADO ESSA TENSÃO NA SUA CAMINHADA?

Ainda no salmo 73 - diz que Asafe compreendeu que ele estava sendo embrutecido, pois aparentemente tranquilidade do impio é falsa segurança, mas aquele que teme Deus, anda com Deus e obedece a Deus está seguro e salvo ao mesmo na adversidade.
HOSPEDE ESSA PALAVRA RHEMA – PALAVRA PROFÉTICA NO SEU CORAÇÃO

QUANDO DEUS PARECE DISTANTE, ELE ESTÁ MAIS PERTO DO QUE SOMOS CAPAZES DE IMAGINAR.



A TENSÃO DOS DISCIPULOS E O SILÊNCIO DE DEUS

Em Mateus 8.23-27 - Aqueles discípulos já havia enfrentado outra tempestade no mar, mas Jesus estava com eles e agora quem está no barco com eles?? Eles estão sozinhos o barco é chicoteado pela tempestade das ondas e o pavor começa inundar os corações dos discípulos e eles clamam mas Jesus não está com eles. Eles remam mas o barco não sai do lugar . Eles fazem ESFORÇOS mas o barco fica rodando no meio do mar. Eles GRITAM por socorro, mas só escutam o barulho do mar. Oram mas só encontra como resposta O SILENCIO.

Eles vivem momentos de tensão.

TALVEZ VOCE ESTEJA NESTA MESMA SITUAÇÃO AS TEMPESTADES SÃO IMPREVISIVEIS E MUITAS VEZES INEVITAVÉIS ELAS CHEGA DE SURPREZAS

Você já viveu a experiência de passar por uma tempestade e orar, e só escutar o SILÊNCIO DE DEUS? Você já passou por vales escuros e teve a sensação de que, quanto mais orava, mais as coisas se agravavam? Você já teve a sensação de clamar a Deus com todas as forças da sua alma sem obter resposta alguma? Um dos grandes dilemas da vida cristã é o silêncio de Deus. Muitas vezes, o Deus que fala poderosamente fica em silencio E quando Deus fica em silencio, as vozes da dúvida gritam dentro de nós. Não vou a Igreja, não vou a Escola de Discípulo nem pra célula.
Em ( Êxodo 3.7-10 )
O povo de Israel passou quatrocentos anos no Egito. Grande o silêncio de Deus parte desse tempo, sob cativeiro Deus. Do  opressor. O povo clamou a Deus.por varias vezes a Deus. Muitos clamaram a vida inteira e não viram o braço libertador do Senhor. poderosamente Muitos oraram a vida toda e só ouviram o  o barulho dos chicotes em suas costas.. Muitos clamaram com lágrimas e só ouviram o silêncio do céu. Até que um dia o clamor do povo penetrou os ouvidos de Deus e ele desceu para libertá - los do jugo opressor. E o povo foi livre.


A PREIMEIRA PALAVRA DE JESUS PARA OS AFLITOS É : CORAGEM! ÂNIMO!
JESUS TRATA CONOSCO ANTES DE RESOLVER NOSSOS PROBLEMAS.

Poderia citar aqui O Silêncio de Deus de vários personagens Bíblicos:
O SILENCIO DE DEUS NA VIDA DE
O SILENCIO DE DEUS NA VIDA DE ANA
O SILENCIO DE DEUS NA VIDA DE MARTA E MARIA
O SILENCIO DE DEUS NA VIDA DE LAZARO
Mas vou deixar para outra ministração.

O nosso maior consolo não é a explicação para os nossos dilemas, mas a consciência de que Deus está no controle.
POR QUE JESUS NOS MANDA CAMINHAR NA DIREÇÃO DA TEMPESTADE?

SEMPRE QUE ELE FICA EM SILÊNCIO É PORQUE NOS QUER ENSINAR VERDADES SUBLIMES. O SILÊNCIO DE DEUS NÃO SIGNIFICA DISTÂNCIA NEM INDIFERENÇA. 
 
Ele não deixa de velar por nós e de nos cercar com o seu cuidado quando está em silêncio. Jesus não estava indiferente ao clamor dos discípulos no mar da Galileia. Ele estava no monte orando por eles. Hoje, Jesus está à destra do Pai intercedendo por nós. Mesmo quando não ouvimos a sua voz, ele está intercedendo em nosso favor junto ao Pai. Isso nos basta!
Jesus sabe todas as coisas. Ele é Deus. É onisciente. Tudo está sob o seu total controle. Ele sabia o que estava fazendo. Já tinha visto aquela tempestade não estava fora do seu controle.
ELE SABIA O QUE ESTAVA PRESTES A ACONTECER.

MAS POR QUE JESUS COMPELIU SEUS DISCÍPULOS A ATRAVESSAR O MAR?
  1. Porque ele queria poupá-Ias de uma grande tentação - A multidão que viu o milagre da multiplicação dos pães e dos peixes no deserto queria proclamar Jesus como rei ( João 6.15).
    OS JUDEUS VIVIAM UMA SITUAÇÃO SOCIAL ASFIXIANTE DIFICIL . A POBREZA PRESENTE NA AQUELE LUGAR . AQUELE ERA UM TEMPO DE CRISE. A FOME ERA UMA REALIDADE IMPLACÁVEL. A NAÇÃO JUDAICA ESTAVA DEBAIXO DE UM JUGO OPRESSOR. O POVO AGUARDAVA A HORA DE DESPEDAÇAR OS GRILHÕES DE ROMA; SONHAVA COM UM TEMPO ÁUREO EM QUE A NAÇÃO DE ISRAEL SERIA O CENTRO POLÍTICO DO MUNDO.
UM MESSIAS OPERADOR DE MILAGRES ERA TUDO O QUE ELES DESEJAVAM. UM MESSIAS VENCEDOR, PODEROSO, COM PODERES MIRACULOSOS, SERIA O MELHOR PERFIL DE UM REI PARA ELES. POR ISSO, QUANDO VIRAM JESUS MULTIPLICANDO OS PÃES E OS PEIXES, PROCURARAM FAZÊ-LO REI. MAS JESUS FOGE DESSA PROPOSTA. ALIÁS, O DIABO JÁ O HAVIA TENTADO COM A MESMA OFERTA (MT 4.3). O POVO ESTÁ SENDO AQUI MASSA DE MANOBRA NAS MÃOS DO DIABO PARA TENTAR JESUS. A PROPOSTA ERA QUE JESUS FOSSE UM MESSIAS POLÍTICO, APENAS DA CAUSAS SOCIAIS, O DEUS DA PANELA CHEIA, E NÃO O MESSIAS DO CALVÁRIO. JESUS NÃO QUERIA QUE SEUS DISCÍPULOS FOSSEM PARTIDÁRIOS E DEFENSORES DA TEOLOGIA SOCIAL, DESSA VISÃO PURAMENTE HORIZONTAL. MAIS TARDE, QUANDO PEDRO PERSISTIU NESSA PROPOSTA, TENTANDO AFASTAR JESUS DA CRUZ, ELE O REPREENDEU COM FIRMEZA: " ... ARREDA SATANÁS! TU ÉS PARA MIM PEDRA DE TROPEÇO, PORQUE NÃO COGITAS DAS COUSAS DE DEUS, E SIM DAS DOS HOMENS" (MT 16.23). JESUS CHAMOU DE SATÂNICA ESSA VISÃO DE UM EVANGELHO SEM CRUZ. JESUS MANDOU SEUS DISCÍPULOS AO MAR CHEIO DE TEMPESTADE PARA POUPÁ-LOS DA TENTAÇÃO SATÂNICA DE UM EVANGELHO SEM CRUZ.
  1. Porque Jesus, antevendo o perigo iminente, queria estar na presença do Pai, em oração pelos discípulos.
    HÁ TRÊS COISAS DIGNAS DE NOTA NESSA ATITUDE DE JESUS.
  1. Primeiro, Jesus ora num dia de cansaço e abatimento: eles não tinham tempo para descansar nem para comer, mas Jesus encontra tempo para orar.
  2. Segundo, Jesus ora longe dos holofotes: Jesus não se ajoelhou no meio da multidão para orar. Oração não é ostentação de espiritualidade; não é religiosidade cênica. Jesus procurou um monte, distante dos olhares da multidão, para orar (João 6.15; Mt 14.23).
    Ele queria estar sozinho com o Pai. Queria estar na intimidade do Pai nessa hora de aflição e tentação.
  3. Terceiro, Je-sus ora nos momentos críticos: os discípulos enfrentavam dificuldades, mas Jesus estava orando por eles. Jesus os vê no meio do mar revolto (Mc 6.46-48) e cobre-os com a sua eficaz intercessão. Jesus sempre está olhando para nós. Ele vê as tempestades que nos açoitam.
Conclusão:
EM LUCAS: 1:37 – POR QUE PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL
SALMOS: 35:05B - O CHORO PODE DURAR UMA NOITE MAS A ALEGRIA VEM AO AMANHECER
Ele vê as dificuldades da nossa vida agitado pela fúria dos ventos contrários. Ele vê o medo que invade o nosso coração. Ele vê a turbulência da nossa alma nas noites longas e trevosas do sofrimento. Ele não está longe. Não está indiferente. Está velando por nós, intercedendo por nós.
SABE POR QUE DEUS ESTÁ SACUDINDO O SEU CASAMENTO, NO SEU TRABALHO ATÉ NA IGREJA PRA TE COLOCAR MAIS PERTO DELE!!!

Quando Jesus chega nas tempestades da vida. Ele acalma o MAR
As tempestades são imprevisíveis e muitas vezes inevitáveis. Elas chegam de surpresa e, via de regra, trazem na bagagem uma enxurrada de problemas que nos ameaçam. Os problemas são como as ondas do mar, vêm um atrás do outro. Muitas vezes, quando você tenta recuperar-se de um solavanco, outra onda chega, açoita você de novo e o joga ao chão. Porém, quando você já está esgotado, nocauteado, com a esperança morta, Jesus manifesta-se no cenário da sua vida. Quando as circunstâncias parecem in administráveis, Jesus surge no horizonte da sua história. Quando você decreta a falência dos seus recursos, Jesus chega e põe um ponto final na crise.
As tempestades da vida nos fazem crescer em Cristo, antes os discípulos tinha noção de que era filho de Deus, mas agora eles declaram
VERDADEIRAMENTE ÉS FILHO DE DEUS
Não aprendemos as grandes lições da vida em dias de festas e celebrações, mas nas horas amargas de aflição.
Davi disse no Salmos 119.71 “ foi-me bem eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos.

Em HEBREUS 5.8 ATÉ JESUS APRENDEU PELO O QUE SOFREU

AS TEMPESTADES DA VIDA NOS LEVA ADORAR JESUS OS DISCIPULOS PROSTRARAM-SE AOS PÉS DE JESUS E O ADORARAM DEPOS DA AQUELE GRANDE LIVRAMENTO.
ANOTE NA SUA AGENDA:
O HOMEM NUNCA É TÃO GRANDE COMO QUANDO ESTÁ DE JOELHOS AOS PES DE CRISTO EM SINCERA E PROFUNDA ADORAÇÃO.

SE AS TEMPESTADE NOS IMPULSIONAM A NOS CURVARMOS DA MAJESTADE DO SENHOR! BEMDITA TEMPESTADE!
ESTAMOS CERTO QUE A NOSSA LEVE E MOMENTANEA TRIBULAÇÃO PRODUZ PARA NÓS ETERNO PESO DE GLÓRIA
( II COR 4:17 )

PROSTE-SE AOS PÉS DO SENHOR PORQUE VERDADEIRAMENTE ELE É O FILHO DE DEUS.

NÃO DESANIME JESUS ESTÁ NO CONTROLE DE SUA VIDA E DA SUA HISTÓRIA! Aleluia!!!!!!!!!!!!!
JESUS VEM PARA TE LEVAR EM LUGAR SEGURO UM DESTINO CERTO DEUS TE ABENÇOE.


NA GRAÇA
Cristiane Silva