sexta-feira, 21 de junho de 2013

Discípulos um Atleta de Cristo


As olimpíadas são maravilhosas! Que espetáculo! É o maior evento esportivo do planeta. Toda a programação é idealizada com um único objetivo:
"Exaltar os vencedores". As modalidades esportivas são as mais variadas possíveis: natação, vôlei, futebol, corrida, etc. Em todas elas há os vencedores, aqueles que ficam com a tão sonhada medalha de ouro.
Nós, cristãos, também participamos de uma olimpíada, e nela podemos ser classificados ou desclassificados. Precisamos nos esforçar perseverar, transpor obstáculos se quisermos ser classificados. 

o apóstolo Paulo comparou a vida cristã a uma olimpíada. Vejamos o que ele escreveu em sua carta aos coríntios: "Vocês não sabem que de todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio. Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre. Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar. “Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado”
(I Co 9:24-27 - NVI). 

Nesta ministração, vamos destacar duas características dos atletas vencedores.
Eles Possuem Disciplina
A maioria das pessoas não gosta de ouvir a palavra disciplina. Talvez porque ela nos leve a pensar em algo que irá nos prejudicar nos forçar a mudanças ou talvez qualquer outra coisa que não seja agradável. O que vem à sua mente quando você ouve esta expressão: "Precisamos ter disciplina"?
Os atletas que aspiram participar de uma olimpíada precisam submeter-se a um treinamento rigoroso, controlar a alimentação, o peso, o tempo de repouso, o tempo de treinamento, etc. Enfim, precisam de muita disciplina.
A revista Veja trouxe matéria interessante sobre um dia na vida da Seleção Brasileira de Ginástica Olímpica Feminina. Vejamos como é o dia dessas atletas.
O treino começa pontualmente às 8 horas. As ginastas fazem aula de balé até as 9 horas. Às 9h30_começam as séries de exercícios. Após o primeiro período de treinos, as ginastas almoçam às 12 horas. O cardápio é composto de frango com salada. As que estão acima do peso são obrigadas a fazer uma refeição diferenciada, sob a vista dos técnicos. Às 13h 15 as atletas têm aulas particulares nas próprias dependências do ginásio onde realizam os treinos. Antes do segundo período de treinos as ginastas são obrigadas a se pesar (15 horas). São três pesagens por dia: de manhã, a tarde e à noite. Às 18 horas findam os treinamentos e dá-se início à fisioterapia, pois muitas atletas sentem dores e recebem anti-inflamatórios. Finalmente, às 19 horas as atletas vão à faculdade. 

E quanto a nós, cristãos, quais são as disciplinas necessárias para sermos vitoriosos? O autor Richard J. Foster em seu livro, Celebração da Disciplina, classifica os vários tipos de disciplinas como sendo "interiores, exteriores e associadas", as quais são relevantes para o nosso desenvolvimento emocional, intelectual e espiritual. Comentemos sobre as "disciplinas interiores".
Meditação - A meditação cristã é uma busca por esvaziar a mente dos assuntos terrenos a fim de enchê-Ia com a Palavra de Deus (SI 63:6; Gn 24:63).
Oração - "Se não estivermos dispostos a mudar, abandonaremos a oração como característica perceptível de nossas vidas" (At 6:4;Lcll:I). 

Jejum - "Em vários aspectos seu estômago é como uma criança mimada, e as crianças mimadas não precisam de presentes, precisam de disciplina" (SI 35: 13; Ed 8:21-23; Mt 6: 16; At 13:2,3).
Estudo - "Daqui a cinco anos você estará bem próximo de ser a mesma pessoa que é hoje, exceto por duas coisas: os livros que ler e as pessoas de quem se aproximar" (Jo 8:32; SI 119:9,11; Dt 1:18).
O renomado escritor russo Leon Tolstói observou: "Todos pensam em mudar a humanidade e ninguém pensa em mudar a si mesmo".
Eles possuem Perseverança
Segundo o dicionário, o termo perseverança significa: "persistência, continuação; constância; insistência; teimosia". Facilmente, podemos ver esta palavra e os seus significados na conduta dos atletas, pois justamente por ela é que eles têm cada vez mais quebrado os recordes mundiais em várias modalidades. 

E nós, atletas de Jesus Cristo, temos perseverado? 

Temos batido novos recordes pessoais espirituais? 

A Bíblia nos diz que Deus não tem prazer naqueles que desistem no meio da olimpíada, "Se retroceder, nele não se compraz a minha alma" (Hb 10:38). 

Conforme Hebreus 12: I, existem pesos e pecados que podem nos impedir de ser perseverantes, de correr bem a carreira que nos está proposta. Os maratonistas têm buscado usar equipamentos cada vez mais leves, de maneira que os auxiliem a concluir bem a corrida. Eles sabem a importância do peso que carregam consigo.
Nós estamos atentos para os pesos desnecessários que tantas vezes carregamos? Talvez eles sejam: namoro com descrente; amigos que não compartilham da mesma fé cristã; emprego que não glorifica a Jesus; músicas ouvidas e vez por outra cantadas; assunto que absorve o tempo na internet ou à frente da Tv. Os interesses próprios podem significar um grande peso e logo se transformar em pecado, se permitirmos que o egoísmo nos domine. 

A nossa grande luta é discernir o que é peso e o que é pecado, pois eles andam bem próximos um do outro. Porém, tanto um quanto outro nos atrapalham na corrida. 

Conclusão
Os atletas das olimpíadas recebem medalhas de ouro, prata ou bronze. Porém, em pouco tempo eles e suas medalhas transformam-se em apenas lembrança do passado. Os atletas de Jesus Cristo receberão não uma medalha, mas sim uma coroa incorruptível (I Co 9:25). Ela é um prêmio para a eternidade, que não ficou presa a um passado e que não vai ser esquecida no futuro: a coroa da salvação em Cristo Jesus!