quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

SOLTE A ÂNCORA



Ninguém dá aquilo que não recebe. Sabemos que recebemos perdão, mas não entendemos de fato a profundidade da misericórdia de Deus o que dificulta o ato de perdoar outras pessoas. Se eu conseguir entender um pouco como CRISTO me perdoou, será muito mais fácil perdoar outros que feriram.Quando pedimos nem abraçamos o perdão que tão livremente nos é dado, começamos a afundar. Pense nisso – nossos erros pecados fracassados do passados – como uma grande âncora que nos puxa para baixo. Algumas pessoas estão de tal modo acostumado a arrasta essas âncora de culpa atrás de si que dificilmente se lembram que ela existe. Todavia seus efeitos são devastadores – ansiedade, depressão, insônia, hipertensão e úlceras. A culpa pode envenenar todas as áreas de sua vida. A boa noticia é que por causa do presente de Deus, eu e você não tem de arrastar por ai a âncora da culpa que o leva para baixo “de novo terás compaixão de nós; pisarás as nossas maldades e atirarás todos os nossos pecados nas profundezas do mar” ( Mq 7:19 ). Quando você leva sua âncora de culpa a Deus, ele a remove de você e a lança no mais, profundo oceano de perdão.
Enquanto não sentir a plenitude da graça e do perdão de Deus, você nunca será capaz de perdoar plenamente os outros. Nunca está em paz nem perceberá o que ele tem para você e para sua vida. Nunca sentirá as bênçãos que ele deseja derramar sobre você. Perdoar não é fingir que de fato você foi magoado, não é suavizar a ofensa. Perdoar não é uma experiência rasa; significa mergulhar fundo na honestidade e verdadeiramente dizer: “o que você me magoou profundamente, mas escolhi perdoá-lo pelo o poder de Deus”
Perdoar é como nadar em um oceano muito profundo,como jamais poderíamos imaginar. Significa sentir uma onda de amor que leva nossos pecados, nossa culpa e nossa amargura.
VOCÊ GOSTARIA DE SER LEVADO PARA ALÉM DAS ÁGUAS RASAS, NA DIREÇÃO DO PROFUNDO OCEANO PURIFICADOR DO PERDÃO.