sexta-feira, 11 de novembro de 2011

★。★A SEMENTE★。★

Livro Texto: As 3 coisas mais importantes em sua vida / Autor: Mike Murdock
Referência: 1Reis 17.14-15

INTRODUÇÃO
O autor Mike Murdock definiu as três coisas essenciais a todo ser humano: a) Primeiro é o Espírito Santo, o grande Companheiro e Conselheiro que Jesus enviou assim que retornou ao céu; b) Segundo, o nosso desígnio, o propósito para o qual Deus nos criou; c) Por último, a nossa semente, que foi concedida pelo Senhor para cumprirmos o nosso desígnio. A seguir estudaremos sobre a semente e seu significado para nossas vidas.

I. O QUE É A SEMENTE?
1. O ato de plantar uma semente
a) Parece ser insignificante no início
b) Com o tempo o resultado aparece
c) O que começou pequeno tornou-se grande

2. O que é a semente?
a) Pode ter vários significados dependendo do contexto
b) Neste estudo refere-se às nossas ações, por exemplo
- os pensamentos, o amor, o tempo, a paciência, o dinheiro, a cortesia, as orações, o perdão,...
- parar de agir erroneamente: fuxicar, caluniar, soberba;
c) Trata de algo que eu possa oferecer a alguém
- nesse sentido temos várias sementes que podem ser plantadas em outras vidas;

3. Para que semear?
a) Somos estimulados em toda a Bíblia a pratica do que é bom (Ec 12.13-14)
b) A Bíblia em sua mensagem redentora descreve em suas páginas a entrega, a doação, a vontade própria subjugada em favor do próximo (Mc 12.30-31)
c) É necessário ter intenção de semear, pois o preguiçoso nada terá (Pv 20.4; 21.25)
d) Estamos sempre semeando por meio de nossas ações e atitudes
e) Por exemplo: se você quiser um emprego. O que deve semear?

4. Existem vários tipos de sementes:
a) Sementes para uso pessoal
b) Sementes para ajudar o próximo
c) Sementes para semeamos

5. Como se dá o crescimento?
a) O crescimento é um processo sobrenatural (Tg 5.7)
- exige paciência e perseverança, pois não é por força e violência que aceitamos Jesus;
- é um processo de mudança interior provocada pela ação do Espírito de Deus (Ef 3.16;1Pe 3.4);
b) A erva – nosso conhecimento da nova vida (Gl 4.1,2), início da fé
c) A espiga – nossas atitudes mediante o processo de santificação (Hb 12.4,14)
d) O grão cheio na espiga – maturidade, estatura de varão perfeito (Ef 4.13; Cl 1.27; Gl 6.14)
- muitos querem ter “grãos cheios na espiga”, porém este estágio se dá ao fim do processo;

II. QUE SEMENTES EU JÁ POSSUO?

1. O foco do Cristão é para o que já lhe foi dado
a) Muitos perdem tempo focando nas necessidades e se esquecem de ver o que já possui (Lc 12.48)
b) Seremos cobrados por aquilo que recebemos e não multiplicamos (Mt 25.14-27)
- medidos pela omissão e pelo fazer errado;
c) A promessa de galardão é tanto para o que recebeu 1 como o que recebeu 10
- o que temos hoje é a ferramenta para criar um futuro;
- qual tem sido sua atitude para com aquilo que Deus já lhe deu?

2. Que semente eu tenho para abençoar outras vidas?
a) Muitos morrem e nem chegam a usar 10% de suas sementes
- nesta sociedade capitalista preferimos comer as sementes a plantá-las;
- egoísmo, individualismo, materialismo, mundanismo,...
b) O simples gesto de ouvir um irmão é uma semente
- esvazie a sua dispensa, pois Deus tem alimento novo para repor seu estoque;
c) Sua semente poder ser um dom, uma habilidade ou talento, que favoreça quem está ao seu redor
- seja um instrumento de Deus na vida de seu irmão (PV 18.16)

3. Exemplos de pessoas que plantaram com fé:
a) José interpretou sonhos e chegou a Governador do Egito
b) Moisés usando o bastão para abrir o Mar vermelho
c) Davi usando uma funda para derrubar Golias
- o menor da casa de Jessé para ser Rei de Israel
d) A viúva com um punhado de farrinha e um pouco de azeite para pagar uma grande dívida (1Rs 17.14)
e) Eliseu usando a capa de Elias para abrir o rio Jordão
f) Cinco pães e dois peixinhos para alimentar uma multidão
g) A ferramenta para sua vitória já se encontra contigo!
- pequenas coisas dão origem a grandes coisas

4. O tempo é a moeda da terra
a) O que você faz com o seu tempo?
- Deus não nos deu dinheiro e sim tempo;
- o que é importante para você é aquilo que lhe toma mais tempo;
b) O seu tempo é uma semente que pode mudar seu futuro
- “...buscai primeiro o Reino de Deus e as demais coisas lhe serão acrescentadas” (Mt 6.33)
- se quer bênçãos espirituais então plante no reino espiritual
c) Invista tempo na oração e busque orientação quanto a semente a ser plantada

5. Aprenda o Segredo de dar um desígnio específico para sua semente
a) Cada semente possui uma sentença precisa, exata e específica
- a de jabuticaba é produzir jabuticaba;
- para ter a família Deus plantou Adão e Eva e para redimir o homem plantou Seu Filho;
b) Elias deu a visão da semente para a viúva quanto a farinha e o azeite (1Rs 17.15,16)
- que a farinha da panela não acabará e o azeite da botija não faltará;
c) A semente deve ser direcionada para se obter uma colheita específica
- focalize o resultado desejado em sua vida e semeie
d) A semente da fé deve conter uma instrução específica
- “... e nada tendes, porque não pedis,” (Tg 4.2)

6. Lançando as Sementes
a) Devemos plantar com fé e esperança, na expectativa de uma grande colheita (Gn 8.22; Ec 11.6)
- o que você fizer para abençoar outras vidas elas farão para abençoar você também;
- da pobreza a abundância e da fome ao suprimento;
b) Deus contradiz nossa realidade:
- na enfermidade orar por enfermos; na necessidade doar o pouco que resta para o próximo;
- isto que o apóstolo Paulo chama “viver por fé” (Rm 1.17)
c) Que área da sua vida precisa ser plantada?
- o que de graça recebemos, entregamos. Semente é para semear (Mt 10.5-8);
- cuidado com a obesidade espiritual, exercita a sua fé, pregando o Evangelho.

III. QUE COLHEITA DEVO ESPERAR?
1. O resultado é temporal
a) Cada semente tem o seu período de germinar, crescer e dar frutos (Tg 5.7)
- a semente quando germina provoca mudança (um grão torna-se uma árvore);
b) Não há resultados imediatos, pois o fruto é um dos últimos estágios
- o fruto do Espírito foi plantado em nós e precisa germinar (Gl 5.22);
c) A semeadura visa um resultado futuro (Ec 11.6)
- colhemos hoje o que plantamos no passado e colheremos amanhã o que plantarmos hoje;
- o resultado de colheita e inerente a sua semeadura (2Co 9.6);

2. O resultado é previsível
a) Colhemos na área que plantamos (Tg 3.12)
- amor, finanças, alegria, união,...
- você colhe o que planta (Gn 1.11; Gl 6.8);
b) A colheita é maior que a semeadura (Sl 126.5,6)
- pois sempre recebemos mais do que plantamos (milho – espiga; vento – tempestade);
c) Colheita não é questão de sorte, por isso não espere aquilo que não plantou
- a semeadura e opcional, porém o resultado é obrigatório;

3. O resultado é proporcional
a) Quem semeia pouco colhe pouco (2Co 9.6,10)
b) Quem semeia muito colhe muito (Lc 6.38)
c) Regra: Quanto mais se semeia (dá) mais se colhe (recebe)
- lógica diferente da “Poupança” (guardar para ter);
d) Boa parte do que plantamos colhemos em vida
- quando abençoamos somos também abençoados, pois o segredo de receber é dar;

CONCLUSÃO
Seja prudente. Semeie boas sementes. Plante aquilo que deseja colher. Quem quiser:
- milagre deve plantar fé;
- ter bênção financeira deve investir no Reino de Deus;
- ter um casamento feliz deve plantar um bom relacionamento;
- ter um ministério poderoso dever plantar uma vida consagrada;
Qual tem sido o resultado de sua colheita?
Mude sua história a partir de hoje!
Amém!!

Credito: Pr. João Marcos